ABautista19: mais um dos dinossauros próximo da despedida.

839

√Ālvaro Bautista19 completar√° 34 anos em Novembro pr√≥ximo e se prepara para sua despedida da MotoGP. N√£o √© a aposentadoria das pistas mas o gosto √© amargo ao sair da categoria rainha da Moto-Velocidade onde correu por 8 anos. E 2019 vai competir no Campeonato Mundial de SuperBike pela equipe oficial Aruba Ducati. Sua volta a MotoGp √© poss√≠vel, vai depender muito dos patroc√≠nios, mas vale lembrar que os garotos da Moto2 est√£o cada vez mais competitivos e baratos, e s√£o os alvos das principais equipes f√°bricas ou privadas.

Você está vivendo sua melhor fase ?

Parece que deixamos para trás os problemas que tivemos no começo do ano. Em Jerez fizemos uma mudança drástica, procurando seguir a linha do ano passado quando estávamos rápidos. As mudanças surtiram efeito imediatamente. Embora esta moto estivesse lutando pelo título no ano passado de certa forma (DesmoGP17), todo piloto tem seu estilo de  pilotagem e precisa de coisas diferentes para ir rápido. Desde então, temos sido mais competitivos e cada corrida estamos mais perto do nosso potencial máximo.

Ducati: 2017 e 2018.

Você também se sente melhor como piloto?

Sim.¬†Eu recuperei minha confian√ßa, porque sinto a moto.¬†Desde o come√ßo do ano tenho trabalhado de forma diferente.¬†“Renovar ou morrer.”¬†Com o n√≠vel que √© agora, que estamos t√£o apertados e as exig√™ncias f√≠sicas que essa categoria exige, eu mudei meus h√°bitos e o jeito de encarar o treinamento e as corridas.¬†Eu tamb√©m melhorei nesse aspecto, mas n√£o √© algo que √© alcan√ßado de um dia para o outro. Hj me vejo melhor, mais preciso e melhor piloto.¬†Ent√£o, sim, agora estou no meu melhor em quest√Ķes t√©cnicas e na minha condu√ß√£o.

Que necessidades ADovi04 teve com a Ducati que vc n√£o tem?

ADovi04 √© um piloto completamente diferente de mim.¬†Eu preciso sentir muito a frente.¬†At√© Jerez trabalhamos com as configura√ß√Ķes que a Ducati nos indicou, que foram as que Andrea usou no ano passado.¬†Vi que as outras duas GP17s (JMiller43 e TRabat53), seguiam rapidamente essa linha de trabalho e eu n√£o.¬†Mas acho que foi um pouco parecido com o que aconteceu comigo no ano passado.¬†A primeira vez que subi na GP16 depois de estar na Aprilia, disse ‘qu√£o boa √© esta moto’, enquanto outros pilotos que j√° trouxeram uma Ducati, como o HBarber√°08, n√£o estavam l√°. JMiller43 e TRabat53 vieram de uma Honda pouco competitiva e a princ√≠pio parece que tudo est√° melhor, mas quando come√ßam a descobrir a moto, entendem que n√£o √© t√£o f√°cil quanto parece.¬†No final, vindo de outra bicicleta, um ambiente padr√£o pode servir voc√™ no come√ßo.

Aprilia: 2015 e 2016.

No seu caso, você está vivendo em uma situação que é o oposto do ano passado, quando você começou muito forte e parou, agora você vai de menos para mais.

√Č que, em 2017, o teste de pr√©-temporada em Jerez foi essencial e conseguimos encontrar um set que eu gostei de imediato.¬†Tamb√©m deve ser dito que a GP16 era mais limitada que a GP17, porque era uma bicicleta que foi feita com o primeiro ano de Michelin e os pneus mudaram muito no meio da esta√ß√£o.¬†Mas acima de tudo, eu estava preparado. Qdo ficamos sem asas, tirou tanto peso (downforce) na frente que afetou demais a moto em muitos circuitos.¬†Nas primeiras corridas n√£o foi muito notado pois eram circuitos r√°pidos como Qatar, Argentina ou Austin.¬†Mas na Europa sentimos falta das asas, por isso a moto chegou ao limite e ficou l√°. A DesmoGP17 j√° √© feita para pneus que s√£o mais ou menos os mesmos e ainda tem as asas. √ďbvio que n√£o tenho as coisas com rela√ß√£o aos oficiais, mas √© muito semelhante.

Ter uma bicicleta mais nova nem sempre significa que é melhor?

Claro que não, especialmente se você estiver em uma máquina privada satélite. Quando você está em uma fábrica e não achou ajustes, você pode trabalhar para torná-la boa. Em um equipamento de satélite, se você tiver uma moto ruim, não terá desenvolvimento. Eu experimentei uma situação semelhante em 2014. A Honda de 2013 estava indo muito bem para mim, mas naquele ano ganhou o título com MMarquez93 e a marca seguiu a linha de evolução dele, que tem um estilo muito peculiar e agressivo. MMarcquez93 estava no luxo, e por isso ele venceu as primeiras 10 corridas seguidas, mas DPedrosa26 certamente não achou. Eu me encontrei com uma moto super rígida e não senti nada. Mas enquanto DPedrosa26 usava a mesma base, ele poderia desenvolver a moto com a ajuda dos engenheiros japoneses. Nós não temos essa possibilidade, então não houve evolução para mim. Eu pedi o chassi de 2013 a Honda, mas uma equipe de satélite não pode se dar ao luxo de mudar de chassi a cada duas corridas.

Honda: 2012 a 2014.

Sem desenvolvimento, até onde uma equipe de satélite pode melhorar?

Tudo o que pode ser feito no n√≠vel ‘configura√ß√Ķes’.¬†O chassi tem algumas medidas e, em seguida, tem alguns regulagens.¬†Na frente voc√™ pode mudar o √Ęngulo, o comprimento em rela√ß√£o √† dire√ß√£o, e atr√°s com o bra√ßo oscilante, coloc√°-lo mais alto, mais baixo, mais curto … Mas √© a √ļnica coisa que pode ser tocada.

Como a fábrica da Ducati ajuda você?

A Ducati nos orienta com seu conhecimento e dados, diz como a moto pode funcionar melhor.¬†E no nosso caso, n√≥s seguimos as primeiras corridas com base nas indica√ß√Ķes da f√°brica, at√© que meu engenheiro chefe arriscou seguir por outro caminho.¬†Mas devemos reconhecer que a Ducati √© mais aberta a mudan√ßas do que os japoneses.¬†Os japoneses dizem que isso funcionou na equipe oficial e tem que ser assim.¬†Os italianos prop√Ķem, mas nos d√£o mais liberdade.¬†Eles entendem que cada piloto precisa sentir a moto afim de dar o pr√≥ximo passo.

Suzuki: 2010 e 2011.

Qual é a diferença fundamental entre uma motocicleta oficial e um satélite?

Especialmente o componente humano, porque eles t√™m muito mais engenheiros que n√≥s.¬†No final, para ver essas diferen√ßas t√£o pequenas, qualquer detalhe m√≠nimo √© essencial.¬†Melhorando dois d√©cimos vc sobe cinco posi√ß√Ķes na grelha.¬†√Č claro que 20 olhos veem mais de 10. Essa √© uma das diferen√ßas.¬†E ent√£o para eles todo o material √© novo, enquanto n√≥s temos material do ano passado, e no final da temporada voc√™ est√° com um pouco de pressa, porque existe o que h√°.¬†S√£o pequenos detalhes que fazem as diferen√ßas na pista.¬†Todos os anos h√° mais igualdade e as diferen√ßas s√£o m√≠nimas, embora mais tarde voc√™ veja que apesar de todos os oficiais serem aqueles que est√£o sempre l√°.

Wikipedia/MotoGP:¬†√Ālvaro Bautista Arce nasceu na cidade de Talavera de La Reina em 21 de Novembro de 1984.

  • 2003: estreiou na categoria de 125cc do jogador Holand√™s Clarence Seedooff. Terminou seu ano de estreia na 20¬™ coloca√ß√£o com 31 pontos, melhores resultados o 4¬ļ lugar em Phillip Island e¬† 6¬ļ em Val√™ncia. No mesmo ano, foi coroado campe√£o espanhol de 125cc, com duas corridas pela frente e depois de uma temporada extremamente dominante, nunca ficando fora do p√≥dio e marcando cinco poles consecutivos para a vit√≥ria.
  • 2004: ainda nas 125cc, terminou o ano em 7¬ļ lugar, primeiro p√≥dio e melhor volta em Donington Park. Ele terminou no p√≥dio um total de quatro vezes, com um segundo lugar em Donington Park e terceiro no Qatar, Mal√°sia e Val√™ncia.
  • 2005: Com os principais pilotos subindo de categoria, ABautista come√ßou a temporada como um dos favoritos ao t√≠tulo. No entanto, uma mudan√ßa de fabricante da Aprilia para a Honda, uma estrutura de equipe diferente, quedas e falhas mec√Ęnicas fizeram com que ele lutasse durante uma temporada decepcionante, terminando em 15¬ļ lugar.
  • 2006: ap√≥s dificuldades para sair do seu contrato com a Seedorf Racing, ABautista juntou-se ao time de Jorge Martinez MVA Aspar Team pouco antes do in√≠cio da temporada de 2006. J√° tendo uma equipa completa de 125cc com quatro pilotos antes da contrata√ß√£o de Bautista, Martinez conseguiu ainda fornecer outra moto, mec√Ęnicos e patrocinadores para o Talaverano (equipe que ele j√° tinha tentado assinar dois anos antes.
  • 2007: ABautista subiu para as 250cc, ainda na equipe Aspar. Ele conquistou sua primeira pole position e primeira vit√≥ria nas 250cc em Mugello, no GP da It√°lia. Uma segunda vit√≥ria aconteceu em Estoril, 16 de Setembro no GP de Portugal, onde – tendo largado en 6¬ļ – caiu para o 12¬ļ durante a primeira volta para conquistar o pelot√£o e acabar por vencer facilmente. Terminou a temporada de 2007 em 4¬ļ no geral, levando o pr√™mio de ‘Rookie of the Year’.
  • 2008: Assim como em 2007, ABautista come√ßou a temporada 2008 como favorito ao t√≠tulo, mas com outra temporada cheia de problemas e quedas, acabou levando o vice campeonato, terminando 37pts atr√°s do campe√£o Marco Simoncelli58.
  • 2009: Praticamente um replay de 2007 e 2008. Boas corridas mas sem vit√≥rias. ABaustista19 terminou o campeonato na 4¬™ posi√ß√£o (218), com Marco Simoncelli em 3¬ļ (231), Hector Barbera08 (239pts) em 2¬ļ e Hiroshi Aoyama o campe√£o com 261pts.
  • 2010 e 2011:¬†J√° na categoria rainha, ABaustista19 correu pela F√°brica Suzuki, conseguiu 2 bons 5¬ļ lugares nos GP da Catalunia e Mal√°sia. Mas as quedas continuaram. N√£o completou algumas corridas devido a quedas e outras por aus√™ncia devido a les√Ķes, o que se repetiu em 2011. 2010 terminou em 13¬ļ no geral com 85pts, seu companheiro de equipe, Loris Capirossi fechou em 16¬ļ com apenas 44pts. J√° no ano seguinte repetiu o 13¬ļ lugar, mas dessa vez com menos pts, 67pts, Capirossi o mesmo com 43pts.
  • 2012-2013 e 2014: Sai Suzuki que abandonou a categoria, entra a Gresini agora com equipamento Honda. A mudan√ßa de equipe fez bem a ABautista19. 2012 foi seu melhor ano na categoria. Terminou em 5¬ļ lugar no geral com 178pts, foram 2 p√≥dios (3¬ļ), 2 4¬ļ, 2 5¬ļ, 6 6¬ļ lugares e ainda 2 7¬ļ. 2013 tb√©m foi um bom ano, fechou em 6¬ļ na classifica√ß√£o geral com 171pts. N√£o conseguiu nenhum p√≥dio mas sua presen√ßa entre os 7 primeiros era constante. Em 2014 a concorr√™ncia aumentou bastante, as Yamahas oficiais, as privadas Tech3 e ainda a Forward com Aleix Espargaro eram presen√ßas constantes entre os top10, e somando as hondas oficiais, n√£o dava pra se exigir muito do espanhol. Fechou a temporada em 11¬ļ lugar com apenas 89pts, pontua√ß√£o ainda melhor que na √©poca da Suzuki.
  • 2015 e 2016: Aprilia, talvez a pior escolha que o espanhol fez durante sua passagem pela categoria rainha. O equipamento da Aprilia era muito inferior aos concorrentes. 2015 fez apenas 31pts, seu desempenho n√£o passava nem perto dos Top10. Em 2016 com a chegada da nova eletr√īnica e dos pneus michelin, a Aprilia conseguiu se sair melhor, talvez mais por culpa dos advers√°rios que tb√©m estavam perdidos do que por m√©ritos pr√≥prios. 82pts e 12¬™ posi√ß√£o.
  • 2017 e 2018: Outra mudan√ßa. Sai a Aprilia entra a Ducati e novamente com a equipe Aspar. 2017 foi complicado para o espanhol, o banimento das asas complicou demais a vida da Ducati, principalmente para as equipes privadas. (Segue os relatos na mat√©ria acima).