Aprilia – a revolução da noite para o dia.

475

A Aprilia foi a única fábrica a trazer uma moto completamente nova para Sepang. A menor das fábricas do MotoGP conseguiu chegar lá, trazendo duas motos, uma para Aleix Espargaró e outra para os pilotos de teste Bradley Smith e Lorenzo Savadori.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Front.-view-of-Aleix-Esparagros-Aprilia-in-2020-pre-season-MotoGP-testing-1536x1025-1-1024x683.jpg

Embora seja muito cedo para tirar conclusões definitivas sobre a Aprilia, é consenso que eles fizeram uma revolução. Livre da responsabilidade de gerenciar pessoas, o diretor técnico Romano Albesiano conseguiu se concentrar na construção de uma máquina de MotoGP que realmente faz jus à categoria. A moto é poderosa o suficiente para competir e anda bem melhor que a sua antecessora. Se outros fabricantes deram um passo adiante – alguns até dois como a Yamaha – a Aprilia calçou a bota de sete léguas e alcançou seus rivais de MotoGP em um único salto.

Entre 2015 e o ano passado, a Aprilia perseverou com seu V4 de 75 graus, um motor que deveria permitir que os engenheiros construíssem uma máquina mais compacta e ágil, mas a moto raramente foi bem-sucedida e nunca era rápida o suficiente.

Presenciamos várias vezes Aleix Espargaró fervilhando em frustração quando falava com a mídia sobre a sua moto. Agora a sua equipe tem que puxá-lo para fora das nuvens. O seu ritmo de corrida garante esse otimismo. Das 45 voltas que Espargaro fez em Sepang, 18 delas foram feitas no tempo de 1’59 ou mais rápido e o seu ritmo pouco antes  das 13h não estava muito longe da tocada de Maverick Viñales.

O que o deteve foi a perda de força do motor um pouco mais tarde. A descrição de sua corrida sintetizou precisamente onde a Aprilia está com o RS-GP de 2020. “Eu pressionei os engenheiros a testarem o motor por um tempo maior”, comentou ele. “Eles não tinham muita certeza, mas para mim era muito importante entender a temperatura da moto e a sensação. Depois dos novos pneus que testamos pela manhã, essa era a prioridade.”

“A simulação de corrida foi muito boa até a volta 13. Estando apenas sete voltas do final senti que a força do motor começou a cair muito; tivemos também um problema com o escapamento e suspendemos o restante do teste. De qualquer forma, temos que descobrir o que aconteceu. A moto é nova e foi uma pena ter que parar porque me senti muito competitivo; que poderia ficar nos 1m 59s todas as voltas. Mas a moto é muito jovem, então temos que dar um tempo.”

Se no ano passado, a Aprilia sofreu com problemas de confiabilidade. É provável que isso também seja um problema em 2020, especialmente porque é uma moto completamente nova. Mas os problemas de confiabilidade são muito mais fáceis de suportar quando a motocicleta é competitiva, e a Aprilia terá tempo para otimizar o motor visando torná-lo mais resistente. Maior resistência do motor durante a corrida é uma questão que a Aprilia já está trabalhando forte, conforme mostraremos em uma futura matéria aqui no Maniamoto.

Obviamente, ter seis fábricas competitivas é um problema. Quando Albesiano foi questionado se ele avaliava o sucesso pela diferença de tempo do líder, ou a posição do piloto – Espargaró terminou em décimo, e 0,345 atrás de Quartararo – ele respondeu que, como engenheiro, seu primeiro ponto de referência é o líder. Os engenheiros sabem, no entanto, que campeonatos são medidos por posições no grid e não por lacunas de tempo.

Mais uma etapa do caso Ianonne

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 835300-1536x1022-1-1024x681.jpg

O caso de Iannone recebeu uma extensão de 10 dias no início deste mês para mais um teste, e ainda não é certo que esta sexta-feira é o dia que será decisivo para o futuro de sua carreira.

o chefe da Aprilia, Massimo Rivola, afirmou que o novo teste de cabelo excluirá Iannone de fazer uso de esteroides. “Eu nem estou considerando que ele estará aqui por toda a temporada; e tenho boas razões para isso”, disse Rivola em uma entrevista recente.

“O advogado de Ianonne mostrou ao Tribunal da FIM uma análise do cabelo que foi negativa para doping por cinco meses, até setembro.“Talvez atletas e pessoas possam mentir, mas esse teste não. Nos regulamentos antidoping, eles usam apenas a análise de urina; fazem isso porque é mais rápido e mais barato.”

Caso o teste do cabelo revele ser negativo para esteroide anabolizante, penso que ele não invalida o resultado positivo do exame de urina. A Aprilia está fazendo um esforço tremendo para tornar-se competitiva no MotoGP e não há pilotos competitivos para serem contratados nesta temporada. Este fator será considerado. “O povo deve ser poupado de saber como são feitas as leis e as salsichas”, declarou certa vez Winston Churchill.