Balança traseira em fibra de carbono, custa 20.000 ou 250.000 euros?

623

A balança traseira em fibra de carbono nas motos do MotoGP agora é muito comum nas motos, uma vez que já foi uma grande revolução quando apresentada. Já vimos Cal Crutchlow reclamando diversas vezes que não tinha a sua disposição a tal peça: “Marc Márquez recebe tratamento preferencial em caso de falta de material, e como a balança em fibra de carbono custa cerca de 250.000 euros nem sempre podemos usar a peça”.

O piloto da KTM, Pol Espargaró também tem uma peça semelhante desde o GP de Jerez, mas com relação aos custos existe um pouco de mistério no time austríaco: “Os custos não são divulgados”, diz David Tasch, da KTM Technologies.

Balança traseira em fibra de carbono, KTM RC16 2019

O preço divulgado por Cal nos faz despertar a boa e velha desconfiança. Na Ducati, dizem que a fabricante cobra aproximadamente 100.000 euros para fornecer a peça ao time satélite(Pramac).

Mas uma luz no fim do túnel com uma certa sabedoria no ramo diz o contrário, Alex, Giussani, diretor técnico da Suter Industries, cita outros custos para a balança traseira em fibra de carbono: “Eu estimo que a pesquisa e desenvolvimento custam entre 100.000 e 200.000 euros. Então, eu acredito que o custo por peça deve ficar na casa de 20.000 euros.

Leia também: Trocar ou não trocar de equipe, eis a questão,