BMW S 1000 XR O Melhor De Dois Mundos

392
BMW S 1000 XR
BMW S 1000 XR

O propriet√°rio da BMW S 1000 XR deste Test Rider andava de GS boxer h√° mais de 15 anos. Ele era feliz com sua √ļltima GS, uma 1200 Adventure, mas havia chegado a hora de experimentar algo mais apimentado.¬†Ele queria uma moto que fosse confort√°vel como suas GS eram (ou quase), uma moto que desse para viajar mas que acima de tudo injetasse mais adrenalina em suas veias.

Sem precisar sair da marca ele encontrou isso na Crossover S 1000 XR.Essa moto, uma mistura de esportiva com big trail, √© o melhor de dois mundos. Eu j√° havia experimentado sensa√ß√Ķes parecidas quando tive uma Triumph Tiger 1050, a precursora deste tipo de motocicleta.

Andar nestas motos é uma experiência extremamente prazerosa. A tocada é de moto esportiva mas você vai com o tronco reto, os braços relaxados num guidão alto e com as pernas igualmente bem posicionadas facilitando a circulação sanguínea, principalmente em viagens. 

O motor Four In Line desta XR entrega 165 cv a 11.000 RPM com 11,42 Kgfm de torque a 9250 RPM. Apesar de ser um motor de 4 cilindros, ele empurra bem desde os mais baixos giros. O zero a 100 desta moto √© uma coisa fant√°stica para uma moto¬†‚Äúalta‚ÄĚ, algo em torno de 3,5 segundos. O ronco √© lindo, igual ao de uma super esportiva.

As pessoas olham meio que sem entender pois pelo ronco procuram uma esportiva mas vêem uma moto alta. Derivada da S 1000 RR, só podia dar nisso. A cor azul fosca desta unidade avaliada me agrada bastante. Bem equipada, ela vem com ABS Pro que atua com a moto inclinada.

√Č uma experi√™ncia interessante frear mais forte no meio da curva e sentir muita seguran√ßa. ASC, DTC e Dinamic Esa s√£o itens de s√©rie. Os modos de pilotagem s√£o 4: Rain, Road, Dynamic e Dynamic Pro que atuam de acordo com a potencia despejada. No modo Pro, ao acelerar forte numa sa√≠da de curva em sexta marcha, pensei que estava em quarta, de t√£o forte a resposta. Um verdadeiro coice.O controle de tra√ß√£o e das suspens√Ķes se ajustam continuamente de acordo com a situa√ß√£o e o terreno. Na posi√ß√£o Dynamic Pro, o controle de Wheelie √© desativado. O ESA possui ajustes de v√°lvula de compress√£o e retorno das suspens√Ķes em dois modos e conta com 3 n√≠veis de pr√© carga na mola (uma pessoa, uma pessoa + bagagem e duas pessoas).

√Č interessante manter as suspens√Ķes reguladas para o tipo de terreno e uso pois a moto copia algumas irregularidades das ruas e estradas. O banco √© relativamente duro, voc√™ consegue sentir seus contornos. Segundo me informaram, ele √© assim, com pouca forra√ß√£o, para compensar a altura em rela√ß√£o ao solo (ela √© alta) e assim facilitar a vida de pilotos com m√©dia/baixa estatura. A altura padr√£o do banco em rela√ß√£o ao solo √© de 840 mm mas h√° duas outras op√ß√Ķes: uma de 820 mm e outra de 855 mm.O painel √© complet√≠ssimo e oferece at√© um Laptimer. Piloto autom√°tico, suporte para GPS, cavalete central, aquecedor de manoplas e protetor de manetes s√£o itens de s√©rie e ela conta com v√°rios acess√≥rios originais para deixa-la pronta para viagens, incluindo duas malas laterais, Top Case e a unidade avaliada tinha ainda uma mochila de tanque que n√£o √© da BMW mas que √© feito exclusivamente pra ela. Todos muito bonitos, por sinal.

Diferentemente da linha GS, na BMW S 1000 XR voc√™ precisa fazer um certo¬†‚Äúesfor√ßo‚ÄĚ pra entrar nas curvas mais fechadas em velocidade. O pequeno para brisa com regulagem em dois n√≠veis de altura oferece uma prote√ß√£o at√© boa.¬†O Quickshifter √© um show √† parte.Me senti o Alexandre Barros ao trocar as marchas com o punho direito todo virado e mexendo apenas com o p√©. Uma del√≠cia e uma dose extra de adrenalina principalmente no modo Pro.¬†O tanque, com capacidade para 20 litros proporciona uma autonomia de aproximadamente 300 km na estrada em cruzeiro.

Apesar de alta, n√£o se trata de uma moto off road. Seus pneus s√£o feitos para o asfalto, para turismo em estrada boa. D√° at√© pra ir no churrasco ali no s√≠tio numa estrada de terra batida, mas fora do asfalto n√£o √© seu habitat.¬†Voltando a falar dos freios, eles s√£o t√£o potentes quanto o motor: duplo disco dianteiro com duas pin√ßas radiais com quatro pist√Ķes e um disco traseiro com duplo pist√£o.¬†

Andar acima dos 200 km/h não é problema para esta BMW. Mas gostoso mesmo é andar a 120/130 curtindo a paisagem com bastante conforto. Definitivamente, essa é uma moto que iria para minha garagem!!

O Maniamoto.com agradece ao Gladstone Simioni por ter nos cedido sua BMW S 1000 XR para este Test Rider