Como é a contribuição de Dani Pedrosa para a KTM?

290

Dani Pedrosa tornou-se uma parte essencial do processo de desenvolvimento da KTM. Não apenas porque o feedback dele é extremamente valioso – como o chefe do projeto da KTM Mike Leitner comentou para a revista Speedweek.com –, e sim porque Pedrosa é pequeno e não consegue conduzir a moto com facilidade. Então ele precisa entender exatamente como a moto irá se comportar – e a maneira como ele já está acostumado a pilotar também é extremamente importante.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é i-NzxTZkv-L.jpg

Eu entendo que o processo funciona aproximadamente da seguinte maneira. A KTM desenvolve novas peças com base no feedback de toda a equipe de teste – Kallio, Pedrosa e os quatro pilotos do MotoGP. Essas peças são fornecidas a piloto de teste Mika Kallio para testes de confiabilidade e testes básicos de suas funcionalidades (foto acima).

De Kallio, elas são transferidas para Dani Pedrosa. Pedrosa testa as peças quanto ao seu desempenho individual, e também monta grupos de peças que ele acredita funcionar bem juntas. Esses pacotes de peças são entregues aos pilotos da fábrica (no momento, principalmente a Pol Espargaró) para avaliar o feedback final e a sua adoção.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 20200209_093948-L-1.jpg

Essa filtragem determinando quais partes funcionam melhor com outras partes é crucial. Uma motocicleta é um veículo holístico, onde todas as partes interagem de várias maneiras complexas, afetando o seu desempenho. É realmente mais do que a soma de suas partes e, portanto, garantir que as peças certas sejam usadas juntas pode fazer uma enorme diferença. Mas descobrir quais peças funcionam melhor em conjunto é um negócio meticuloso e demorado. E algo em que Pedrosa é muito bom.

A adição de Pedrosa ao plano de teste permitiu à KTM acelerar o seu desenvolvimento. Isso foi realmente importante em 2019, quando o desenvolvimento estava quase inteiramente sobre os ombros de Pol Espargaró, pois Johann Zarco nunca chegou a um lugar onde pudesse fornecer informações úteis. Zarco nunca conseguiu superar o fato de que a moto não faria o que ele queria e, portanto, não conseguiu decompor seu feedback em componentes utilizáveis.

Pedrosa assumiu muito do trabalho pesado de Pol Espargaró, tornando as suas escolhas mais claras e simples. Isso também significa que Pol agora não precisa passar horas e horas testando, o que pode levar rapidamente a confusão, já que os pilotos esquecem o que estavam testando inicialmente. Todo o processo foi simplificado. E este ano conseguimos ver os frutos de todo esse trabalho.