Dakar D10 – J. Barreda vence em dia de festa para a Honda.

113

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 1579005974_043252_1579006242_noticia_normal-1024x576.jpg

A 10º etapa do rally foi difícil para todos. O Dakar chegou à cidade de Haradh e trouxe com ele um vento forte e constante que tornou muito complicada a tocada nas dunas, porque junto com o vento havia uma areia fina que chegava de toda parte dificultando a visão, e, embora não fosse uma tempestade, antecipava a chegada de algo pior. Priorizando a segurança, a organização do Dakar decidiu encerrar a prova no 345 km dos 533 previstos para a primeira metade da maratona.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmm-2-15-1024x683.jpg

Joan Barreda (Honda) finalmente cravou a sua primeira conquista no Dakar 2020 depois de chegar perto algumas vezes (imagem abaixo). Barreda saiu hoje determinado a atacar, e, desde o primeiro ponto de passagem, seguiu forte pelo caminho escolhido. Seu ritmo era imbatível para os demais, pelo menos até o quilômetro 233, momento em que os tempos foram considerados definitivos pela organização do Dakar.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 1579077036_313990_1579081740_noticia_normal-1024x576.jpg

Barreda marca a sua vitória no palco com 1:07m sobre Brabec e 2:31m sobre Kevin Benavides, o trio habitual da Honda. Além disso, o espanhol consegue dar um passo à frente na classificação geral, assumindo o 3º lugar que era do campeão australiano Toby Price.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 81438164_154188422552439_8774538930696486912_o.jpg

Quanto a Brabec (foto abaixo), o atual líder da competição, ele segue favorito a cada etapa, uma vez que hoje superou P. Quintanilla (Husqvarna) por 4:51m e Price por 1:50m, dois fortes candidatos a ganhar o Dakar. Quintanilla e Barreda terão apenas dois dias para tirar uma diferença que está acima de 25m.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-1-15.jpg

Após o término da 1º etapa da maratona, os pilotos não poderão receber assistência técnica externa, permitindo assim um certo nivelamento com as equipes não-oficiais; eles irão dormir em barracas, facilitando a socialização com os pilotos que não pertencem às equipes oficiais de fábrica; e amanhã terão que acordar as 4:30 da manhã para mais um dia de enfrentamento nas dunas.

Enfim, um dia de júbilo para a Honda que colocou seus três pilotos nos três primeiros lugares da prova.

Tabela de tempos Dakar D10

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 1578988007_172133_1579000174_sumario_grande-1.jpg