Davide Brivio: Queremos superar a grande temporada de 2019.

495
Davide Brivio e Alex Rins
Davide Brivio e Alex Rins

Alex Rins deu à Suzuki duas vitórias na temporada de 2019, conseguindo terminar na quarta colocação no ranking de classificação geral, seu companheiro de equipe(Mir) em sua estréia na categoria terminou na décima segunda colocação, bem distante da estrondosa atuação do rookie Quartararo. Davide Brivio fala sobre o que espera da Suzuki na temporada de 2020: “Na próxima temporada teremos em mãos uma moto com um motor melhor entre outras coisas, os pilotos consideraram os testes em Valência e Jerez muito proveitosos”.

Davide Brivio, os resultados alcançados neste ano atendem suas expectativas?
Sentimos que já era hora de tentar vencer corridas e alcançamos este objetivo, então foi um sucesso! Queríamos melhorar o quinto lugar na classificação geral alcançado em 2018, e conseguimos isso em 2019 com a quarta colocação. Mesmo que tenhamos alcançado as metas estabelecidas, acreditamos que poderíamos ter feito muito mais.

Alex Rins lutou pelo top3 do mundial, você ficou de olho no título?
O pensamento passou pelas nossas cabeças, sempre quando uma temporada começa vem esse desejo pelo título. Não nos concentramos no título, apenas decidimos fazer o nosso melhor e esta temporada foi um ótimo impulso. Nosso pacote ficou bem acertado nessa temporada e queremos melhorá-lo para brigar por todas as corridas em 2020.

Em 2019 qual foi a lição mais importante que você aprendeu como gerente de equipe?
Aprendi que se realmente queremos lutar pelo título temos que ser mais consistentes. Na segunda metade da temporada isso ficou muito claro, descobrimos e aprendemos.

Brivio, qual a melhor lembrança de 2019?
Claro que foram as duas vitórias, Silverstone foi mais emocionante porque a adrenalina do duelo foi fora do normal, mas a vitória em Austin também teve um gostinho especial.

Alex Rins amadureceu como piloto?
Sim, agora ele está entre os melhores do gride, mas ainda precisamos trabalhar a consistência, precisamos ser mais regulares no topo para obter melhores resultados.

O que você diz sobre o desempenho de Joan Mir no seu ano de estréia?
Foi posivitivo e impressionante. Ele atendeu nossas expectativas com base no que sabíamos sobre ele e no que havíamos experimentado anteriormente com outros estreantes. Teve seu ano de aprendizado, agora precisamos ver seu verdadeiro potencial.

A queda de Joan Mir em Brno afetou seu processo de aprendizado?
Foi um pena para ele, estávamos em um ponto onde ele se encontrou com o projeto, a lesão interrompeu tudo e fomos forçados e recomeçar após seu retorno.

Vamos falar de 2020, o novo motor testado parece agradar aos dois pilotos…
Já temos um bom pacote, mas a área que identificamos onde havia margem para melhoras era o motor para que pudéssemos ser mais competitivos nas retas. Esperamos poder reduzir esse déficit em relação aos demais.

Brivio, em 2020 a Suzuki estará comemorando seu 100° aniversário, qual objetivos vocês estão buscando?
Antes de fixarmos uma meta ou fazermos previsões, precisamos entender o pacote que teremos em mãos e ver o quanto nossa moto será competitiva. Temos dois pilotos fortes, estabelecemos metas altas e esperamos superar a grande temporada de 2019.

Leia também: Os caminhos da Ducati e Yamaha se cruzam mais uma vez. https://www.maniamoto.com/ducati-e-yamaha-os-caminhos-estao-entrelacados/