Declarações dos pilotos após o GP de Jerez.

1060
motogp jerez 2020

Hervé Poncharal: “Sabíamos que a corrida seria incrível aqui em Jerez, sabíamos que seria difícil para os pilotos, para os pneus. Tínhamos a ciência que as altas temperaturas levariam os pilotos e as motos ao limite. Vimos muita coisa acontecer, nossos dois pilotos tiveram um bom começo, Miguel baixou a cabeça e manteve um bom ritmo, que já conhecíamos desde os treinos livres, a qualificação não foi como esperávamos mas já tínhamos certeza que o ritmo do Miguel era forte, e vimos o que vimos”.

Jack Miller: “Tive um problema de dormência na mão, começou quando faltava dez ou doze voltas para o fim, foi bastante frustrante. Por isso deixei Fabio abrir e depois Maverick apareceu. Meu corpo estava fervendo, estava muito quente!”.

Pecco Bagnaia: “Estou feliz com minha performance, consegui ficar entre os melhores sem ter que lutar demasiadamente com a moto na primeira etapa da corrida. Comecei a desgastar meus pneus com 12 voltas, especialmente na frente. Além desse inconveniente trabalhamos bem com a equipe, aproveitamos ao máximo! Eu nunca fiz uma corrida como essa antes”.

Franco Morbidelli: “Foi uma corrida muito boa, eu estava procurando um lugar entre os cinco primeiros mas surpreendentemente lutamos pelo pódio nas últimas duas voltas. Não agi da maneira correta nessas duas voltas, poderia ter sido um pouco mais inteligente mas apesar disso a corrida foi positiva”. Franco completa: “Parabéns ao Fábio, estou muito feliz por ele, merece essa vitória”.

Danilo Petrucci: “A corrida foi difícil para mim, além da dor no pescoço tive problemas no estômago por conta dos analgésicos. Felizmente posso me recuperar e estar 100% para o próximo GP. Estou confiante de que tenho potencial para andar junto com os outros pilotos da Ducati e lutar entre os 5 primeiros”.

Joan Mir: “Honestamente, nosso final de semana não foi ruim, o problema era apenas a corrida. Tentei recuperar o máximo de lugares possíveis no início da corrida mas tive um péssimo começo, perdi a frente da moto e caí. Foi um erro meu e quero mês desculpar com a equipe”.

Pol Espargaró: “Eu me sinto feliz, fizemos um ótimo trabalho. Quando você está perto, apenas um segundo do pódio, você fica muito feliz mas também doi. Quando você está tão perto é doloroso, eu tentei passar Dovi mas ele retomou a posição, não tive a chance de manter pelo menos por duas voltas, fiquei atrás de Dovi durante toda a corrida.

Resultado final – GP de Jerez 2020.