“É impossível MMarquez93 vencer com a minha moto”

600

Após a conquista do título de 2018, o assunto principal, claro, era sobre o extraordinário talento que o MMarquez93 tem, o garoto vem enfileirando taças e no momento, não parece ter um adversário a altura para quebrar sua sequência, mas perguntas sobre a sua moto e sua importância são citadas nas rodas de bate-papos sobre MotoGP. O Aleix Espargaro após felicitar seu compatriota, foi entrevistado sobre essa relação piloto/equipamento.

“Em 2017 tivemos uma moto mais competitiva; agora não. erramos”

A fase da Aprilia não é nada boa, poucas evoluções são trazidas para a garagem de Noale, e a paciência dos pilotos parece estar bem próxima dos limites, para o inglês Scott Redding45, sua paciência já estourou aponto do piloto que já foi dispensado para a próxima temporada, em entrevista afirmar que: “É impossível uma merda brilhar”.

Scott Redding
Scott Redding – Aprilia

Já o espanhol Aleix Espargaró tem medido suas palavras, mas concordou com as críticas do companheiro de equipe. O espanhol já declarou que esse pode ser seu último ano correndo pela Aprilia: “Não vale a pena arriscar minha vida pra chegar em 17º”.

Agora falando sobre o título de MarcMarquez93. Aleix continuou sua elegância nas palavras, mas….”Como sempre digo, aprecio o Marc, é o melhor piloto que existe agora e, para mim, sem dúvida, também da história, mas também acredito que as motocicletas, embora não no mesmo nível que na Fórmula1, são muito importantes”.

“É impossível o MMarquez93 vencer com a minha moto”

“Outro exemplo que posso citar é o Álvaro Bautista. Há dias atrás estava aqui na Aprilia, e seu desempenho estava na parte baixa-média da classificação. Este ano, com uma Ducati muito competitiva, tão competitiva que no ano passado quase lutou pelo título mundial, os resultados apareceram. E assim que Álvaro andou na moto oficial (GP da Austrália), ele quase vence a corrida. Ele estava junto dos líderes a corrida inteira. Entre as motos existem muitas diferenças.”

“Não há dúvida de que Marc é um piloto muito bom e que (com a Aprilia), em muitas corridas ele faria muito melhor do que eu, mas não acho que esta moto esteja pronta para subir ao pódio, muito menos conquistar um título”.

Aleix quer terminar a temporada com um bom resultado em Valência, mas está ciente das limitações: “Você tem que terminar o melhor possível em Valência, tentar terminar entre os top10 da classificação geral. Não é o objetivo desejado, mas é melhor do que não fazê-lo. Há muito a melhorar no próximo ano”.

Opinião: Já cansei de dizer aqui: “NINGUÉM FAZ MÁGICA”, se o equipamento não ajudar, já era”