Quartararo assumirá o lugar de Valentino Rossi na Yamaha em 2021.

640

“Uma geração vai-se, e outra geração vem…”
Eclesiastes 1:4

Se ontem a Yamaha anunciou oficialmente a renovação do contrato de Maverick Viñales por duas temporadas, em poucos dias deverá ser divulgado que o seu parceiro em 2021 e 2022 na equipe oficial será Fabio Quartararo, conforme os sites Skysportmotogp.com e motorsport.com já anunciaram.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-1-16-1024x1024.jpg

Com isso a marca japonesa terá em suas fileiras dois ótimos pilotos em condições de desafiar Marc Márquez nos próximos 5 anos. Esse passo antes da temporada começar foi uma resposta à Ducati que tinha como objetivo conseguir a contração de um deles para a sela de Petrucci em 2021.

Para isso eles contavam com a indecisão de Valentino Rossi, que várias vezes declarou que só tomará uma decisão na metade da temporada, em Mugello, diante de sua fanática torcida, após analisar os resultados das primeiras corridas. Contudo, sua idade – 41 anos –, e a falta de competitividade jogam contra ele. O esperto Lin Jarvis – diretor da Yamaha – sabe que Rossi tem no máximo apenas mais um ano pela frente. Esperar implicaria perder uma de suas pérolas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmm-3-7-1024x975.jpg

Agora Rossi terá a opção de ir à Yamaha Petronas em 2021. Essa perspectiva deixou os dirigentes da equipe satélite bastante feliz por ter uma lenda em suas fileiras. O piloto italiano já deixou claro em uma entrevista à ‘La Gazzetta dello Sport’ há alguns dias que ele não vê essa opção com olhos ruins. Lá ele poderá correr com o seu pupilo Franco Morbidelli ou com o seu irmão Luca Marini.

Uma solução que deixaria todos felizes, porque a segunda alternativa é pendurar o macacão e dedicar-se à corridas de carros de longa duração. O Site GPOne.com/it especulou, como um terceira alternativa, que Rossi pode querer montar uma nova equipe no MotoGP com o seu meio irmão.

Com a situação de Fabio Quartararo acertada, Vale terá mais tranquilidade para buscar os seus resultados nesta temporada. E quem está agora em uma saia justa é a Ducati, que perdeu suas três principais opções no mercado: Marc Márquez, M. Viñales e Fabio Quartararo.

“Agora o mercado se abre para outros cenários”, declarou Paolo Ciabatti, diretor da Ducati.A marca italiana corre o risco de ter em uma de suas selas em 2021 um piloto espanhol –Joan Mir? Falaremos disso em outra matéria. Uma alternativa seria promover J. Miller e contratar uma jovem revelação da moto2 para o seu lugar na equipe Pramac. Há também a opção de trazer J. Zarco da equipe satélite Avintia para a Ducati oficial.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 77386269_160531748378734_5049074174908170240_n.jpg

Dall’Igna pretende dar ao francês apoio extra ao longo da temporada? “Depende dos resultados dele”, disse o chefe da Ducati Corse. “Para mim, o mais importante são os resultados. Se ele nos mostrar que pode obter bons resultados, com certeza terei que ajudá-lo. Fiz isso durante toda a minha vida e farei isso também no futuro, se puder. Se não fizer algo assim, mudarei de emprego.”

De que forma essa ajuda chegará não ficou muito clara. “Não podemos trocar o motor dele porque é lacrado no início da temporada”, disse Dall’Igna. “Mas estou aberto a fazer o melhor por ele. O desenvolvimento de aerodinâmica especial para o Zarco faz pouco sentido”, explicou. “Se eu fizer isso com certeza, vou provocar muita confusão. No final, podemos ter apenas alguns décimos e nada mais. Acho que temos a possibilidade de fazer algo melhor por ele do que a aerodinâmica. Antes de tudo, tenho que entender o que ele precisa. Depois disso, tomarei a decisão do que posso fazer por ele”.

Enfim, o mercado do MotoGP se agitou antes mesmo de começar a temporada e a Yamaha deu dois grandes passos rumo ao topo da categoria rainha. Com o aumento esperado na velocidade da MR1 e com os novos compostos mais resistentes que a Michelin trará para esta temporada, as corridas torna-se-ão bastante atraentes para o público em geral.