Japão: Quartararo conseguirá amargar a festa de Márquez?

170

“Fiz 14 pódios em 15 corridas e gostaria de terminar a temporada sempre no pódio, o que não será fácil, mas tenho que tentar. Será o outro desafio deste ano”
Marc Márquez

“El Diablo”, que já no domingo poderá ser aclamado matematicamente o melhor calouro do MotoGP, retornou para alcançar o melhor tempo no primeiro dia do MotoGP em Motegi.

Para muitos leitores do Maniamoto o final desta temporada é simples: A Yamaha nas mãos dos jovens Fabio Quartaro e Maverick Viñales – não nas mãos do mito Valentino Rossi – voa às sextas e sábados, mas no domingo, dia da corrida, dia em que as cartas realmente valem,  dia de dar 24 voltas a 350 km / h, ah… nesse dia é sempre ele que aparece — Marc Márquez da Honda!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-5-3-819x1024.jpg

A maioria dos pilotos este ano tem enfrentado o dilema de amargar a derrota ou jogar com a própria vida para obter a vitória porque o campeão espanhol tem 14 pódios em 15 corridas.

A história, com exceção de Aragão onde Márquez decidiu voar suavemente, foi repetida em todas as corridas, e, aparentemente deverá acontecer novamente na pista de propriedade da Honda, onde Márquez quer homenagear seus chefes, que já na corrida anterior em Buriram (Tailândia) lhe recomendaram resolver o título. “Marc deixe de histórias e conquiste o Campeonato o mais rápido possível”, foi a palavra de ordem.

Motegi é o Grande Prêmio local para as grandes fábricas produtoras de moto. É a única corrida em que se reúnem os principais escalões da gerência da Honda, Suzuki e Yamaha, e as pessoas por trás das empresas que colocam 10 das 22 motos de MotoGP no grid. Essa corrida só perde em importância para as 8 horas de Suzuka, considerada a mais importante do país do sol nascente.

E é claro que Márquez quer ajudar neste final de temporada a obter o número máximo de pontos possível (ainda há 100 em jogo) para conseguir que o Campeonato Mundial de construtores permaneça nas mãos da Honda – “É muito importante para a fábrica” –, e para a Equipe Repsol – seu principal patrocinador – que também adoraria levar o seu quinhão.

“Os construtores consideram isso viável, porque já conquistamos 77 pontos sobre a Ducati, mas para a equipe está um pouco mais complicado porque estamos em segundo – 19 pontos atrás da Ducati”, disse Marquez.

“Está complicado porque não basta eu pontuar, precisamos que Jorge (Lorenzo) deixe para trás esse seu complicado ano, e que ele possa nos ajudar, o que acho que ele poderá fazer nas próximas corridas. Este é um bom circuito para Lorenzo tentar dar um passo e sair do buraco.”

Para atingir seu objetivo, Márquez terá que lidar com as Ducatis – Motegi é uma pista “stop and go” – e com as Yamahas, que voltaram a andar bem nas últimas corridas.

Marc tem algumas explicações (verdadeiras) para entendermos o que acontece na pista com as máquinas de Iwata. Primeira, a Yamaha se tornou uma ótima moto e, muitas vezes, uma máquina melhor que a do vencedor de Honda RC213V (sempre nas mãos do catalão).

Segunda, a M1 da fábrica dos diapasões voa na verdade, “mas com um novo pneu”. Ou seja, na corrida, as coisas mudam porque muitos fatores se juntam, e dentre eles está o fato de Márquez estar evoluindo a cada ano, tornando-se mais experientes que os “ratos azuis”. Além disso, Marc quase sempre acerta na escolha da borracha ideal, e ele sabe que a sua moto consome menos pneus que as dos ‘Yamahistas’.

“El Diablo” busca a sua primeira vitória

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-7-2-1024x1024.jpg

Teses e/ou teorias à parte, Quartararo é sim o garoto da moda; o novato do ano, o novato que acionou todos os alarmes na equipe oficial da Yamaha – o garoto é o segundo piloto da Petronas – equipe satélite da Yamaha. A Yamaha do francês voltou a rodar nessa sexta e fez o melhor tempo, 0,331 segundos mais rápido que Viñales e 0,336 mais rápido que Márquez.

“Se eu sair na linha de frente, posso lutar novamente com o melhor. Esta pista permite uma recuperação no MotoGP, nada a ver com a Moto2 que corri no ano passado. Aqui, com esta fera (M1), se você cometer um erro de dois metros na frenagem de cada curva, não é a morte. Mas para andar bem você tem que medir cada milímetro e é isso o que eu sei fazer. Mas, é claro, existem 24 voltas cercadas por campeões, mas lá estaremos”, declarou FabioQ20.

Continua ele: “Honestamente, como eu disse ontem, ouvi muito sobre as faixas da Yamaha e da Honda”, começou o novato após o término do FP2, quando perguntado se ele estava surpreso com seu desempenho, considerando o recente recorde da M1 no Japão.

“Eu não quero ouvir muito isso. Se você começa pensando que não é uma pista da Yamaha, perde um pouco de motivação. Então, minha motivação é que a Yamaha é boa em todas as pistas e quero aumentar meus 100% e veremos o resultado.”

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-8-1-1024x683.jpg

Presunção? Ele não ganhou nada ainda no MotoGP… Pouco provável porque o francês está evoluindo a cada dia, a ponto de tornar-se a referência da fábrica para os outros pilotos. Seus dados na telemetria são estudados; sua forma de pilotar está sendo copiada pelo nove vezes campeão mundial – “Estou tentando usar dois dedos em vez de três, para uma frenagem mais suave, para melhorar o trabalho do garfo, carregá-lo de maneira menos violenta. Quartararo é bom em fazer isso”.

Foi a 24ª vez que ele foi o mais rápido deste ano, um começo fenomenal para sua temporada de estreia. Após as três primeiras corridas de 2019, quando o MotoGP voltou à Europa, Quartararo foi o mais rápido em pelo menos uma sessão nas tomadas de tempo na Áustria e Aragão. Ele já tem quatro poles em seu nome, e a única coisa que falta é uma vitória.

Fabio vai ganhar um dia desses? Domingo talvez? Será muito difícil, conforme lamentou o chefe da Ducati, Claudio Domenicali – “Se Marc não existisse, já teríamos dois ou mais títulos”.

E Marquez ainda não se aposentou…Mas o próprio piloto de Cervera já reconhece o valor de seu jovem rival — “No próximo ano, será Fabio com quem vou me preocupar”.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é mmmm-6-3-819x1024.jpg