Jerez 2020: Quartararo land.

513

La Marseillaise (hino francês) foi o ritmo do final de semana em Jerez, de novo. Fabio Quartararo foi perfeito, liderou das luzes da largada até a bandeirada, conquistou sua segunda vitória na MotoGP, garantiu a liderança na classificação dos pilotos e do mundial de equipes para a Petronas Yamaha SRT.

Corrida: Muito calor…..GP de Jerez em Julho definitivamente foi uma péssima idéia. Temperatura ambiente em 37º, o asfalto ainda pior: 60º !!!…Apesar de alguns acidentes com pilotos “perdendo a frente” com o desgaste dos pneus, pode se afirmar que os Michelins se saíram bem.

FQuartararo fez boa largada se mantendo a frente. Resistiu a pressão do MViñales12 na primeira volta. A partir de então, o caminho estava livre, preocupação agora era só acelerar, a cada volta, aumentava a diferença para os outros pilotos, com 10 voltas e 4 segundos de vantagem, pode se dar ao luxo de poupar equipamento.

Alegria para VRossi46 que terminou em 3º, voltando ao pódio. Tristeza para FBagnaia63 e FMorbidelli21 que faziam grande corrida e com chances reais de pódio, mas tiveram problemas mecânicos e assim abandonaram. Foram várias quedas e abandonos (total de 8), apenas 13 pilotos completaram a prova (MMarquez93 lesionado não correu).

Razlan Razali (diretor da equipe Petronas): ” Foi mais uma vitória fantástica para Fabio na MotoGP! Essas vitórias consecutivas o colocaram no topo da classificação do campeonato. Ã‰ muito lamentável para Franky, foi forte durante todo o fim de semana e merecia um bom resultado. Mesmo assim, ainda foi um fim de semana incrível por causa das vitórias consecutivas e da liderança do campeonato. Agora só temos que tentar fazer tudo de novo em Brno!”

Fabio Quartararo: “Foi uma corrida difícil. Completar 25 voltas na frente nessas temperaturas tornou a corrida mais difícil da minha vida! Minhas mãos e pés estavam tão quentes e não havia ar para esfriar você. Eu me senti muito bem na moto. Embora estejamos no mesmo circuito da semana passada, as condições são diferentes e tivemos que nos adaptar rapidamente. A primeira vez que vi a diferença para Rossi foi de 0,6s, pensei que era hora de empurrar. Então, em uma volta, olhei para trás na curva 6 e não pude acreditar na vantagem que havia conseguido. Neste ponto, sabia que tinha que manter a calma e terminar a corrida. Estou muito feliz por ter mais uma vitória, especialmente em uma corrida tão dura quanto esta. Também foi incrível estar no pódio com Valentino, porque ele é meu ídolo há tanto tempo. Quero agradecer imensamente à minha equipe, Yamaha, parceiros, minha família.”

LIN JARVIS (diretor equipe Yamaha): “Obviamente, estou extremamente feliz por ter este pódio com três Yamahas no top 3 de hoje, isso é fantástico. Ã‰ ótimo ver Valentino se recuperar depois de um primeiro fim de semana muito difícil aqui em Jerez, e voltar esta semana e chegar ao pódio é uma grande conquista. Maverick, ao mesmo tempo, teve um desempenho muito sólido. Duas vezes seguidas, ficou em segundo, então 40 pontos para ele nos dois primeiros finais de semana é um ótimo resultado. Fabio venceu seu primeiro Grand Prix no fim de semana anterior e mostrou novamente hoje que está em boa forma no momento. Ter três pilotos M1 terminando no pódio é obviamente um resultado excepcional. Temos muito trabalho pela frente para manter nossa liderança no campeonato, mas estamos no caminho certo”.