Marc Márquez brinca e vence na Argentina, Rossi é 2º.

831

Corrida tranquila para o sete vezes campeão mundial, Marc Márquez, na Argentina. Seu favoritismo era inegável, não é por menos, poderia ter feito a mesma façanha no GP de 2018 com a pista seca, e mesmo com a pista molhada e sendo obrigado a passar pelos boxes como forma de punição ainda saiu ultrapassando todos. Termas do Rio Hondo e Marc combinam tão bem quanto Marc e a pista de Austin.

Rossi fez uma ótima corrida, manteve um bom ritmo atrás do Dovizioso, poupou equipamento para o ataque final e ganhou a segunda colocação. Dovizioso fez uma corrida consistente, manteve-se administrando e conseguiu seu pódio, com 41 pontos perdeu a liderança do campeonato para Marc, ficando quatro pontos atrás.

Se Rossi brilhou… Viñales fracassou, conseguiu boa posição na classificação, falha novamente na largada e no fim se envolve numa queda com Morbidelli. Nakagami foi a melhor Honda depois do vencedor Marc. Por falar em Honda a punição do Cruthclow vai render muitos questionamentos.

Dos novatos na categoria há destaque para Miguel Oliveira, por pouco não superou Pol Espargaró na corrida. Quartararo sem imprevistos como no Qatar terminou em oitavo, se beneficiando do tombo “caseiro” dos pilotos com equipamento Yamaha. Se Miguel vai bem é um tanto complicado ver Bagnaia com um bom equipamento atrás do português, e se a situação do Bagnaia não vai nada bem pior está Jorge Lorenzo. A missão do Espartano na Honda poderá ser mais difícil do que na Ducati.

Resultado, Argentina 2019, Marc vence.

Ranking do Mundial:

Tabela de classificação após o GP da Argentina