Marc Márquez conseguirá conquistar o Campeonato de Equipes “sozinho”? Como será a sua renovação de contrato?

175

“Todo mundo é diferente, mas de várias maneiras todos os campeões são iguais. O objetivo é o mesmo — eles estão absolutamente obcecados em ganhar. Obsessão leva à determinação; determinação é o passo após a obsessão”

Carlo Luzzi – Engenheiro eletrônico da Honda.

O grande Prêmio da Austrália ofereceu novamente uma corrida emocionante que foi decidida na última volta. Alberto Puig , chefe principal da equipe Repsol Honda, salientou, no entanto, que a nota negativa do GP da Austrália foi o resultado de Jorge Lorenzo.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 15713061355033-1024x682.jpg

O ponto positivo foi claramente a vitória e o negativo – a situação e o resultado de Jorge Lorenzo”, explicou Puig, confirmando que “neste ano, o título [em equipes] será difícil de conquistar. Seria bom vencer os três campeonatos – a tríplice coroa – para toda a equipe da Repsol Honda. Marc está trabalhando duro para obtê-lo e seria incrível se vencêssemos a Copa do Mundo da temporada nessas circunstâncias”.

Ele também falou sobre a estratégia de Marc em um fim de semana em que seus rivais mostraram um ótimo nível, mas que no final ele conseguiu a décima primeira vitória da temporada.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é AQ5OEHNEVHB4BQ36OXW5SJQZDE.jpg

“A estratégia não era perder muito tempo nas primeiras voltas, porque sabíamos que Viñales e as Yamahas ficariam muito rápidas se as deixássemos em paz. Marc [Márquez] não teve um início perfeito, mas imediatamente se esforçou para recuperar o terreno perdido. Quando Viñales tentou escapar, Marc tinha que segui-lo e foi exatamente o que ele fez”, disse Puig.

E acrescentou: “A Honda teve muitos grandes pilotos na história da competição. Agora Marc está entre os melhores e ele ainda tem muitas corridas pela frente. Ele tem apenas 26 anos e muito está por vir ainda. Esta empresa sempre se lembrará de tudo ele fez nestes anos e nos vindouros. Não foi uma vitória fácil. A Yamaha teve um ritmo fantástico durante todo o fim de semana, mas nosso piloto estava superconcentrado e não desistiu”.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é kkk-2-1-1024x1024.jpg

Na corrida entre as equipes, Marc Márquez acrescentou 375 pontos, enquanto Jorge Lorenzo adicionou apenas 23 e Stefan Bradl, o piloto de testes da equipe, adicionou 10 pontos.

Marc deseja retribuir o que a Honda tem feito por ele nos últimos anos.
“Sim, temos um motor melhor, com mais potência e mais velocidade máxima. Perdemos algo, por exemplo, a durabilidade do pneu traseiro, mas agora só depende de mim. No ano passado, eu sempre tive que seguir o embalo do ‘Dovi’. Agora eu entro um pouco mais devagar nos cantos e saio mais rápido.”

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é UNSTIM6ECNBG5LF53MDCWLHJXM.jpg

Marc reconhece que não é fácil sobreviver espremido entre duas gerações – a mais velha representada por Valentino, Lorenzo e Dovi –,e a mais nova com Viñales, Rins e Quartararo. “Uma coisa é clara para mim – você precisa saber como se reinventar continuamente”.

Para alguns leitores do blog, Marquez só será considerado um mito se um dia vencer com outra moto, uma vez que a Honda sempre foi vencedora no MotoGP. Marc conseguiria vencer com qualquer moto hoje?

“Eu não acredito”, respondeu ele. “E acho que não, primeiro, por respeito a todos os meus rivais. Sempre parece que o jardim do vizinho é mais bonito que o seu, mas eu realmente não sei do que seria capaz com outra motocicleta. Sempre procurarei a fábrica que me oferecer a melhor moto para competir.”

“Nesse sentido, pode-se dizer que o dinheiro não será a coisa mais importante quando se trata de renovar com a Honda e continuar competindo com eles no MotoGP.”

“O dinheiro ajuda muito, é claro, mas não será a coisa mais importante quando se trata de começar a conversar com a Honda sobre a minha reforma. Mas digo que, quando você estiver no melhor momento de sua carreira, cujo fim você não sabe como será, ao negociar, tente exigir, pedir, obter o melhor em todos os aspectos.”

“E, sim, o dinheiro, nesse sentido, é importante, mas não vital, não é o ponto mais importante. Você quer ser reconhecido no nível do que está dando, porque não sabe onde estará em dois ou três anos, e se vai poder continuar pedindo melhorias ou terá que se contentar com a motocicleta que eles lhe ofertarão. Você nunca terá o contrato perfeito, mas deverá buscá-lo em todos os aspectos: econômico, técnico e esportivo.”

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 15723633981645.jpg

Uma das prioridades de Marquez é manter esta equipe reunida.“É claro que, quando falo de equipe, estou me referindo sobre o meu ambiente mais próximo, a família que começa em Cervera e a família que mora comigo nos circuitos. Ter tudo organizado, confiar no seu pessoal, confiar cegamente neles me permite descansar, treinar e competir sem qualquer outra preocupação além do meu trabalho. Todo mundo sabe que a amizade sempre permanecerá quando trabalhamos no circuito. Todos farão festa ou se confortarão mutuamente. Mas é importante lembrar – trabalho é trabalho”.

Enfim, a paixão pela vitória no caso de Márquez não parece ser um mau guia…

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 3PYFNQB3VDPX4GEAUWQGYSJAEE.jpg