Massimo Rivola: Nossos pilotos estão conversando com outras equipes.

535
massimo rivola aprilia temporada
massimo rivola aprilia

 Na Aprilia todos os holofotes estão aguardando a apresentação da RS-GP 2020 nos testes da MotoGP em fevereiro, o protótipo que dizem ser revolucionário. A temporada de 2019 não foi tão satisfatória, Aleix terminou o campeonato em décimo quarto com 63 pontos, Iannone em décimo sexto com 43 pontos e a ótima sexta colocação no GP da Austrália como melhor resultado. Um ar de confiança vai sendo exalado nos boxes da Aprilia com a chegada de Massimo Rivola. O modo de trabalho sofreu mudanças e novos engenheiros chegaram para somar na equipe.

Massimo Rivola concluiu seu primeiro ano na Aprilia, mas para mudar radicalmente o ambiente leva tempo. Existe uma certa atmosfera da Fórmula 1 na administração da equipe, especialmente na parte estrutural e comunicativa. Durante os testes de Valência e Jerez, os pilotos da equipe estavam usando rádio comunicadores nos capacetes para fornecer feedbacks de forma instantânea para os engenheiros. Detalhes pequenos mas que podem fazer diferença no processo de evolução.

2019 foi uma temporada difícil, mas o profissionalismo da equipe reside no seu desejo de olhar para o futuro com projetos realistas e ambiciosos. “Estou satisfeito com nossos pilotos. Eles são completamente diferentes, temos um grande piloto que é Aleix, um alguém que é rápido e conhece a moto. Andrea é muito talentoso, mas ainda precisa de tempo para se adaptar ao projeto, mas conseguimos enxergar seu potencial”, diz Massimo Rivola.

Os dois pilotos vão ter paciência para continuar esse longo processo de evolução na RS-GP? “Eu acho que eles estão conversando com outras pessoas. Se eu fosse empresário de algum piloto iria tentar encontrar a melhor moto ou o melhor contrato”.

Tudo dependerá do potencial dos protótipos da RS-GP 2020, é fácil imaginar os problemas iniciais que sempre surgem em um novo projeto, mas Massimo Rivola tem os pés no chão: “Eu ficaria feliz se chegássemos ao pódio, mas acho que é muito cedo pensar nisso, mas talvez não seja impossível um pódio com um pouco de sorte”.

Leia também: https://www.maniamoto.com/pol-espargaro-na-ktm-foi-como-testar-mais-de-mil-chassis/