MotoGP: O que está acontecendo com as Ducatis?

189

Dovizioso, Danilo Petrucci e Jack Miller, os três pilotos da Ducati GP19, têm um total de oito largadas na primeira fila, e nenhuma pole. Em contrapartida, os pilotos da Yamaha têm seis posições na pole e se classificaram na primeira fila em um total de 22 vezes – embora Maverick Viñales tenha sido rebaixado três posições depois de se classificar em terceiro em Barcelona. A Honda teve 15 largadas na primeira fila, e Marc Márquez é o dono de 14 delas e Cal Crutchlow partiu do terceiro lugar em Austin.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é i-FF37rSp-L.jpg

A última vez que uma Ducati começou na primeira fila foi com Jack Miller em Silverstone, com cinco das oito primeiras filas da Ducati acontecendo antes das férias de verão. A Ducati está começando a se parecer com a Suzuki, pois enquanto a moto é claramente competitiva, é difícil encontrar uma volta rápida, o que significa que os pilotos ficam com muito mais trabalho a fazer na corrida. E ter que passar por quatro ou cinco pilotos para pegar o grupo líder inevitavelmente gasta pneus e combustível.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é i-LVq8wVP-L.jpg

A Ducati é salva em pequeno grau pelo seu dispositivo de partida “holeshot” (similar ao do motocross mas fazendo um efeito inverso na moto), o que lhes permite criar lugares fora da primeira linha. Mas o dispositivo “holeshot” seria melhor utilizado se Dovizioso, Petrucci e Miller pudessem começar da primeira fila do grid e tentar liderar já na primeira curva, em vez de serem deixados para atravessar o tráfego da linha até o final em quarto lugar.

Embora o “se” não represente nada nas corridas de motos, ele lança uma luz diferente sobre o terceiro lugar de Dovizioso. O piloto número 1 da Ducati cruzou a linha de chegada 1,3 segundos atrás do vencedor e meio segundo atrás de Quartararo. Na volta 14, ele ficou 6,4 segundos atrás de Márquez e mais de 4 segundos atrás de Quartararo. Nas últimas 10 voltas, Dovizioso foi 5 segundos mais rápido que Márquez e 3,7 segundos mais rápido que Quartararo.

O que isso significa? Isso significa que a Ducati tem um problema na qualificação e, consequentemente, também na fase de abertura da corrida. Isso pode ajudar a explicar por que Marc Márquez fugiu em tantas corridas. Mas também oferece uma possível via para melhorias. Se a Ducati puder consertar o problema, isso poderá ajudar Dovizioso, Petrucci, Miller a segurar os pés de Márquez no fogo e fazê-lo trabalhar mais por suas vitórias.