Mundial de Superbike Rea Bicampe√£o

677
Mundial de Superbike Rea Bicampe√£o
Mundial de Superbike Rea Bicampe√£o

Primeira Corrida WSBK Losail

Mundial de Superbike Rea Bicampeão, Chaz Davies vence a primeira corrida do fim de semana, com uma vantagem de 4 segundos sobre Jonathan Rea.

Hayden e Rea fazem uma boa largada, mas é a Chaz Davies teve mais sorte. Rea facilmente passa Hayden e procura perseguir o piloto da Ducati. Nas primeiras voltas, o trio mostrou ter um ritmo superior e começa a afastar-se do restante pelotão aos poucos. Tom Sykes precisava vencer esta primeira corrida, mas as hipóteses diminuíam quando foi ultrapassado por Guintoli.




No entanto, Hayden perde terreno e o francês consegue alcançar a terceira posição. O tempo passava e o duelo na frente continuava. Tudo permanecia igual com Davies na liderança com folga e Rea em segundo, sem querer arriscar muito.

Com 5 voltas para o fim, era praticamente impossível Sykes vencer a corrida e o campeonato. Com 3 voltas para a bandeira xadrez, Davies encontrava-se a 3 segundos a frente do futuro campeão. O campeonato já estava mais que decidido, se nada de anormal acontecesse.

 

Davies vence a primeira corrida e Jonathan Rea termina no segundo lugar, tornando-se Campeão do Mundo de WSBK 2015. Guintoli fecha o pódio.

Resultado da Primeira Corrida

primeira-corrida

 

Segunda Corrida WSBK

davies-segunda-corrida

Chaz Davies vence tambem a √ļltima corrida do campeonato e termina, assim, a temporada com 6 vit√≥rias consecutivas. Tom Sykes cruza a linha em segundo lugar, depois de Jonathan Rea ter cedido a posi√ß√£o, em prol do seu companheiro de equipe.

Davies e Rea entram na primeira curva lado a lado, e Sykes era o primeiro piloto fora do pódio. Rea e Davies entram, mais uma vez, lado a lado na primeira curva, mas o piloto da Kawasaki sofre uma saída na curva 1. O campeão volta ao circuito mas a partir de agora a corrida iria ser de recuperação.

Sykes sobe¬†ao segundo lugar e procurava diminuir a diferen√ßa de 1.5 segundos para o homem da Ducati. A 15 voltas do fim, Jonathan Rea era 13.¬ļ e tinha bastante tempo para recuperar as posi√ß√Ķes perdidas. Hayden, que tinha arrancado do¬†pit lane, estava na 20.¬™ posi√ß√£o, ap√≥s uma troca de motor. Chaz Davies¬†faz a volta mais r√°pida e era o principal candidato √† vit√≥ria.

Davies era líder isolado, com a diferença para Sykes de 1.8 segundos. O campeão de 2016 continuava a sua corrida e com 13 voltas para o fim, o piloto da Kawasaki estava às portas do top 10. O tempo passava, e Davies era cada vez mais líder isolado com a diferença que aumentava para os 2.5 segundos.

A 11 voltas do fim, Jonathan Rea entrava para o top 10, ao ultrapassar Leon Camier, e poucos momentos depois o piloto já estava na 9.ª posição. A 10 voltas do fim, os comissários de pista apresentam a bandeira vermelha, com a moto de Saeed Al Sulaiti espalhando óleo no fim da reta principal.

Cerca de 15 minutos depois, pista limpa. Os pilotos relargaram, com Jonathan Rea largando¬†da nona posi√ß√£o. Davies com boa largada¬†continua no lugar mais alto, enquanto que √© perseguido por Tom Sykes. Jonathan Rea saltava posi√ß√Ķes e colocava-se no quinto lugar, ainda com 10 voltas para serem completadas. Rea alcan√ßa a terceira posi√ß√£o depois de For√©s ter tido uma sa√≠da de pista e depois de ultrapassar Leon Haslam.

Estava tudo em aberto. O campe√£o de 2016 fazia a volta mais r√°pida e o grupo com os tr√™s pilotos mais r√°pidos isolava-se cada vez mais do restante pelot√£o. Enquanto que os pilotos da Kawasaki batalhavam entre si, Chaz Davies afastava-se cada vez mais dos seus advers√°rios diretos. O piloto da Ducati procura a segunda posi√ß√£o no campeonato, mas para isso acontecer, Sykes tinha¬†que terminar em 3.¬ļ, ou pior. A 6 voltas do fim √© isso mesmo que acontece.

Davies continua a sua corrida, com um gap de 1.2 segundos para Jonathan Rea. Com duas voltas para o fim, Rea fazia a volta mais rápida e a diferença já tinha reduzido para mais de metade. No fim, Rea vê que não vale a pena arriscar e abranda o ritmo.

Tanto que abrandou que cedeu a segunda posição e Tom Sykes acabou o campeonato na segunda posição, na geral, na nossa opinião Davies mereceria o segundo lugar no campeonato, pois foi o piloto que mais venceu a temporada e o jogo de equipe entre os pilotos da Kawasaki com Rea cedendo a posição foi uma atitude antiesportiva.

Desde que chegou na equipe Rea mostra grande performance destronando o favorito companheiro de equipe em 2015 com 14 vitorias e chegando agora em 2016 a um bicampeonato que não ocorre desde 1999 com Carl Fogarty.

Resultado da Segunda Corrida:

segunda-corrida-catar

Fontes Motorcyclesports, WorldSBK

 

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a inten√ß√£o te ter um espa√ßo democr√°tico e livre onde todos possam expor suas opini√Ķes e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.