“O grande” Jorge Lorenzo se despedirá do MotoGP?

304

O paddock do MotoGP está em alvoroço; os jornalistas que cobrem a classe também estão excitados, e as especulações já começaram a borbulhar. O piloto espanhol Jorge Lorenzo, da equipe Repsol Honda, comparecerá esta tarde às 15h, diante da mídia no circuito de Cheste, para anunciar a sua aposentadoria, segundo a agência Efe. Lorenzo irá à sala de imprensa acompanhado do diretor executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta, que por diversas vezes incentivou o piloto maiorquino a tomar uma decisão sobre seu futuro, em suas declarações ao portal motosport.com.

“Um campeão de MotoGP não pode andar na última colocação.”

Embora ele estivesse dizendo há várias semanas que precisava se dar uma segunda chance e que ainda não teve tempo de disputar uma temporada completa devido às quedas frequentes, um fator contribuidor pode ter sido a declaração de Marc Márquez dizendo que nova Honda não é muito diferente da 2019. Possivelmente vamos ter mudança no chassis da Honda 2020, mas o “DNA” da moto continuará sempre o mesmo.

Apostando nesse novo chassis, Jorge recentemente declarou, em uma entrevista durante a EICMA 2019, que iria aguardar os testes da pré-temporada de 2020 antes de tomar qualquer decisão — “testo a Honda 2020, e depois decido”.

Caso Lorenzo confirme a sua saída do MotoGP, possivelmente a Repsol Honda anunciará ainda esta semana quem será o substituto de sua sela, um lugar bastante cobiçado e que Johann Zarco larga como favorito para montá-la.

Lorenzo foi bicampeão mundial na categoria 250cc em 2006 e 2007 e tricampeão mundial de MotoGP em 2010, 2012 e 2015. O piloto nasceu em Palma de Maiorca em 4 de maio de 1987. Seu pai Chicho Lorenzo foi quem lhe deu a sua primeira moto, aos três anos de idade, e foi o seu técnico técnico até os 18 anos. Jorge morou em Palma de Maiorca, sua terra natal, até os 14 anos, e aos 18 se mudou-se para Barcelona. Na cidade, ele se tornou independente de seu pai e iniciou uma nova etapa em sua vida, na qual alternou sucessos esportivos com inúmeras quedas e lesões. Em 2 de maio de 2013, três dias antes do Grande Prêmio da Espanha, o circuito de Jerez batizou a 13ª curva de ‘Lorenzo Curve’. Atualmente, ele divide a garagem com Marc Márquez.

Em 2008, ele estreou no MotoGP, depois de conquistar dois títulos e ser classificado como um dos pilotos mais habilidosos das 250cc. Dois anos após seu início na categoria rainha ele foi proclamado campeão do mundo. Jorge disputou 142 corridas na categoria, com 47 vitórias, 102 pódios, 37 poles e 27 voltas rápidas. Este ano, no entanto, não alcançou nenhuma posição de destaque.

Enfim, A mídia espanhola está convencida de que Lorenzo anunciará sua aposentadoria esta tarde. Teremos que esperar até as 15hs para descobrir se isso é verdade…

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 74888350_10156410363600811_1134537605765922816_n.jpg