Petrucci ou Ducati, quem falhou?

604

 A Ducati encerrou a temporada 2019 chupando o dedo, sem um único prêmio sequer. Sem título mundial, sem título de construtores, sem título de melhor equipe, nem sequer ficou entre as melhores equipes privadas. Ficaram muito longe das ambições iniciais que haviam planejado, enquanto isso Danilo Petrucci parece ser o símbolo de todo esse fracasso e decepção.

No início de junho em Mugello, Petrucci realizou o sonho de sua vida, venceu sua primeira corrida na MotoGP, e o melhor, dentro de casa. Duas semanas antes, Petrucci terminou em terceiro em Le Mans e duas semanas depois também em terceiro em Barcelona.

Essa série de bons resultados para um piloto até então classificado como mediano convenceram(ou ludibriaram?) a cúpula da equipe italiana a dar uma renovação de contrato, logo após a renovação o melhor resultado do italiano foi uma quarta colocação em Sachsenring, depois disso só ladeira abaixo.

Muitos afirmam que existe uma relação direta entre o declínio de Petrucci e o momento da sua renovação de contrato, Ciabatti prefere ver isso como uma coincidência: “A queda de rendimento do Petrucci após a renovação é uma pura coincidência”, e chega a fazer uma comparação um tanto polêmica e talvez desnecessária: “Jorge Lorenzo começou a ganhar com a Ducati após ter decidido mudar de fabricante”.

O que aconteceu, Ducati errou ao renovar com Petrucci? Petrucci se acomodou ou passa por problemas de autoconfiança? Não sabemos, mas o fato é que é inadmissível dois pilotos perderem o título de construtores para um único piloto(Marc). Ducati falha, falha miseravelmente na sua gestão de pilotos e equipe. Como foi dito anteriormente, durante toda sua carreira Petrucci foi classificado como um piloto mediano, longe de dizer que ele é ruim, mas o fato é que ele não é piloto campeão, alguém como Marc, Rossi, Lorenzo, Stoner…

Basta lembrar as declarações que Danilo fez no começo da temporada, coisas do tipo: “Vamos ajudar Dovi a vencer o campeonato”, isso é inadmissível para um piloto numa equipe oficial como a Ducati, mas pode ser que isso tenha sido uma orientação patética e amadora dos líderes da equipe.

A minha torcida fica para que todos nós possamos aprender com nossos erros, inclusive a Ducati.

Leia também: https://www.maniamoto.com/pol-espargaro-na-ktm-foi-como-testar-mais-de-mil-chassis/