Resumo do segundo dia de testes em Sepang – TEMPOS!

659

E é isso aí, segundo dia de testes em Sepang concluído com sucesso, com Maverick Viñales fazendo um temporal. Das suas 63 voltas ele fez o melhor tempo apenas no finalzinho do treino, na 62ª volta. Vendo os seus tempos de volta foi possível perceber que buscou novamente fazer pequenas simulações de corrida, a partir da sua terceira parada conseguiu 6 voltas seguidas no ritmo de 2’00. A partir da sua sexta para no box conseguiu 5 voltas seguidas na casa de 1’59. É cedo para afirmar qualquer coisa, mas é inegável que o espanhol sente-se em casa com o que a Yamaha trouxe para Sepang.

Tempos do segundo dia de testes em Sepang!

Seguindo na Yamaha, Rossi fez sua volta mais rápida bem cedo, na oitava, mas diferente de ontem quando fez boas voltas simulando ritmo de corrida, aparentemente hoje não foi muito produtivo comparando com o que o Viñales. Conseguiu guiar na casa de 2’00, mas é perceptível que Viñales está um passo a frente até o momento nos dois dias de testes.

Indo para a Suzuki, Rins e sua equipe continuam na mesma estratégia do primeiro dia com ídas de 5 voltas em média na pista. Sempre tranquilo na casa de 2’00, na sua ultima saída conseguiu uma simulação de quatro voltas seguidas na casa de 1’59. Suzuki mantendo a boa forma no segundo dia, mas não da mesma com o estreante Mir com o 21º tempo, ficando atrás do Miguel Oliveira(20º) que possui um equipamento inferior, a vantagem é que hoje terminou a frente do piloto de testes Guintoli, diferente de ontem.

E a Ducati? Rapaz… Dovizioso claramente está focando em simulações, e cá entre nós, bem folgado, fez sua melhor volta na 19ª de 60. Dados sendo colhidos e a galera melhorando, é o caso do Miller, que no primeiro dia fez o 11º e hoje o 3º, melhorando em tudo, ritmo e volta lançada. Rabat pela Avintia mantém a boa forma de ontem com o 7º tempo. Petrucci fez o 9º tempo.

Marc com um cronograma de voltas reduzida fez apenas 37 voltas, boa parte dela na casa de 2’00, o rapaz não quer forçar. Nakagami com o 10º tempo mostra que tem velocidade, mas é perceptível que não tem a qualidade de Marc, Rins, Dovi e Viñales para conseguir manter suas voltas de simulação no mesmo segundo. Vindo de lesão, Crutchlow fez o 5º tempo.

Indo para as KTM, Zarco sai do fundão e hoje toma a dianteira da fábrica austríaca conseguindo o 11º tempo, em algumas simulações mostra-se confortável na casa de 2’01, interessante ver essa consistência. Pol veio em 13º, a partir da sua terceira para finalmente vimos uma verdadeira simulação de corrida com 19 voltas, conseguindo 8 voltas na casa de 2’00 e 11 voltas na casa de 2’01. Syahrin, o jovem malaio, deixa pra lá… rs

Aprilia, Aleix Espargaró(13º) também fez uma simulação de corrida com 19 voltas, sendo oito delas na casa de 2’00 e 11 em 2’01, igualzinho ao que seu irmão fez. Iannone com o 18º tempo não fez nada parecido em relação ao seu companheiro de equipe, com saídas pequenas de 3, 4, 5 voltas.

Que venha o terceiro e último dia, talvez veremos mais pilotos simulando voltas mais extensas como fizeram e os irmãos Espargaró, assim dá um parâmetro melhor para os nossos “achismos”, uma certeza eu tenho, esse tempo do Viñales vai por terra porque acredito que as Ducatis vão vir ferozes amanhã pra incomodar as japinhas.

LINK PARA QUEM QUISER VER O DETALHAMENTO DE CADA VOLTA DOS PILOTOS.

Resumo do primeiro dia de testes.