Scott Redding fala da Aprilia: impossível um pedaço de merda brilhar.

567
Scott Redding
Scott Redding - Aprilia

Depois de terminar na humilde vigésima posíção no domingo na Áustria, Scott Redding tem proporcionado uma tomado um posicionamento franco sobre uma exibição triste, descrevendo a corrida de domingo como “devastadora” e dizendo que o fim de semana foi “inferno desde o início.”

Scott Redding foi muito crítico em relação à Aprilia, listando uma série de problemas mecânicos que encontrou ao longo dos treinos livres, qualificação e no dia da corrida. “Em um time desse nível, isso não deveria estar acontecendo”.

Depois de ter ficado em um segundo lugar competitivo numa sessão molhada do FP2, Scott Redding disse que a exibição veio como um lembrete oportuno de seus talentos, e apenas serviu para destacar as deficiências do RS-GP no seco.

Scott Redding não foi apenas incapaz de explicar por que ele terminou bem fora dos pontos. A razão pela qual ele terminou 21 segundos do companheiro de equipe Aleix Espargaró.

“As condições úmidas aproximam as máquinas”, disse Redding. “Eu posso ver meu potencial. Eu posso ser rápido. E isso me lembrou de quão bom eu posso realmente ser. Nessa temporada nunca tive uma sessão molhada. Mas então esse final de semana foi ótimo você poder se misturar com os melhores pilotosm principalmente quando temos um maquinário abaixo do ideal. Então seca novamente e você está no final do gride”.

“Tem sido difícil, para ser honesto, ter uma corrida como essa é de partir o coração, porque eu tento o tempo todo e não fica mais fácil. Porque posso ir a Assen e lutar com o meu colega de equipa, em Brno posso lutar com o meu colega de equipa – sim, caí – e depois venho aqui e nem consigo mesmo estar na mesma situação”.

“Toda vez que vou na moto é sempre diferente. Há sempre um problema com alguma coisa. Todo fim de semana há um problema. E eu tentei aceitar isso e tentei lidar com isso, mas honestamente é um pouco desastroso no momento. E eu não estou feliz. Este fim de semana foi um teste de realidade para mim. Andando por aí, dói!”.

“Então agora eu tenho que ir para Silverstone, a próxima corrida. Eu preciso sorrir na frente de todos e dizer que vou fazer um bom desempenho, mas é tudo besteira. Porque você não pode fazer nada. Você não pode fazer um pedaço de merda, brilhar. E é isso que estou tentando fazer”.

“Eu sei que soa duro e eu não deveria dizer isso, mas é o que é. Você está tentando fazer algo ser melhor. Eu só espero que quando formos testar na próxima semana em Misano, que possamos encontrar algo, nós tenhamos um novo motor”

O que ele vão trazer?

“É algo que eu pedi cinco corridas atrás, se não mais. Eu espero que seja melhor. Eu espero. Mas se continuar assim, não sei em que mentalidade estarei porque não é para isso que vou correr. Eu não faço isso”.

Não terminou aí. Perguntamos ao Scott Redding se esses problemas mecânicos repetidos estavam em andamento há algum tempo, e ele foi novamente, descrevendo a situação atual como “um pouco de brincadeira”.

“Os caras estão tentando, mas é apenas uma brincadeira. Há tantas coisas que eu não posso nem dizer, não contra mim, mas em uma equipe desse nível não deveria estar acontecendo. E isso está acontecendo, infelizmente tenho que aceitar”.

“E então descobrimos ontem à noite que houve um problema com o sensor, a suspensão está lendo diferente do que está fazendo. Porra do inferno. Este é o MotoGP, uma equipa de fábrica completa. Por que isso está acontecendo?”

“Eu tive problemas com a eletrônica durante todo o final de semana, não consegui fazê-la funcionar. Então, que esperança eu tenho para fazer um resultado aqui? Eu não posso. E isso é o que está dificultando no momento.”

Nem mesmo a possibilidade de testes em Misano no próximo fim de semana ofereceu otimismo. A administração da Aprilia no suposto shakedown também era “uma porra de piada”, aos olhos do garoto de 25 anos, como a fábrica pretendia originalmente passar três dias testando na costa Adriática. Agora Scott Redding e Espargaró só estão reservados para um único dia.

“Para ser honesto, até isso é uma piada de merda. Nós deveríamos fazer três dias. Então foram dois dias. Então algo não foi organizado o suficiente e agora temos um único dia. Coisas assim, você sabe. Precisamos desse tempo de teste, precisamos dessas coisas. Mas é uma piada!”

“Então, o importante, nós temos o motor, ok. Algo grande para testar. Nós temos um dia, podemos nos concentrar e esperar que isso traga algo. Isso é tudo que faço. Apenas espere”.

Será que ele acha que conversas claras com a administração e técnicos da Aprilia poderiam ser benéficas antes da importantíssima corrida em casa em Silverstone dentro de duas semanas?

“Eu tentei”, disse ele. “Eu já tentei na primeira rodada. E eu estava em um lugar ruim no início deste ano e eu disse a todos que não estou feliz, preciso seguir em frente e esquecer. E eu estava fazendo isso, mas quando você percebe o quão bom você pode ser e você não pode fazer isso de novo é complicado, é tão frustrante”.

“Eu tive o mesmo na classificação ontem. Entre no FP4 com o meio, vou na qualificação com o soft e vou mais devagar. E tenho problemas que não tive durante todo o final de semana. Eu vou na corrida e tenho problemas novamente que não tive no final de semana. Por quê? A moto é tão ruim que desceu uns três graus. Eu não sei. Mas você nunca pode encontrar o ritmo.”

“Eu tive um problema com a suspensão, então estava muito mole. ‘Não consigo parar a moto, não consigo parar a moto’, foi tudo o que reclamei. Ah sim, o problema foi resolvido. Ok, nós trocamos a mola do garfo. Ok, eu posso parar e o tempo de volta é o mesmo porque deparei com outro problema.”

“Porque tudo o que você está fazendo é cobrir de um lado para descobrir do outro. Você não está consertando algo e seguindo em frente. Eu não tive problemas com pneus, cheguei a Sachsenring e agora o desgaste dos pneus é muito alto. De onde veio isso? OK, no Sachsenring podemos esperar. Brno nós lutamos, aqui nós nos esforçamos. Sete voltas … é frustrante!
________________

Leia também: Temos problemas e pressa para resolvê-los.

Matéria originalmente traduzida do site Crash.Net.