Stefan Bradl rejeita a possibilidade de tapar buraco na Aprilia.

445

Entre 2015 e 2016, Stefan Bradl competiu no Mundial de MotoGP pela Aprilia, o relacionamento entre as duas partes não terminou da melhor forma, o piloto sequer imagina um retorno para substituir Andrea Iannone que está afastado por conta de um exame de doping.

Ao speedweek.com, Stefan Bradl reafirmou sua lealdade ao projeto da Honda, onde é piloto de testes, assegurando que imagina um futuro longo e proveitoso com a equipe japonesa.

“Sinto-me muito confortável com a Honda, a equipe tem muito respeito por mim e a cooperação com Marc Márquez funciona de forma extremamente bem, tenho um contrato com eles e não quero quebrar. Imagino que a Honda irá querer meus serviços por três, quatro ou cinco anos. Se eu receber uma ligação da Aprilia, irei certamente rejeitar, isso não vai me deixar balançado a ponto de querer retornar efetivamente ao paddock”.

Stefan Bradl não faz mais do que certo, Aprilia tem um péssimo histórico com relação a respeito aos seus pilotos, vez ou outra lembro o que eles fizeram com o Sam Lowes em 2017, Sam nunca foi um super piloto, mas a culpa não era totalmente dele, a Aprilia era um verdadeiro pedaço de m#$%@ como o próprio Scott Redding falou. Pobre Sam Lowes, assinou um contrato de dois anos e ficou apenas um por conta da gerência porca da equipe naquele período, vamos ver se agora eles mudam de verdade com as novas pessoas que estão chegando para agregar “valor ao camarote”.

Qual a opinião de vocês a respeito do Iannone? A punição cairá por terra? E se Iannone não voltar veremos o piloto de testes Bradley Smith assumindo essa posição? Se a Aprilia quiser um rookie, quem seria louco o suficiente de arriscar nessa aventura? PARTICIPE COM OS DEMAIS LEITORES, DEIXE SUA OPINIÃO NOS COMENTÁRIOS!

Leia também: Poncharal diz que a KTM terá quatro ótimos pilotos no gride em 2020.