Viagem de Moto América do Sul Roteiros

2757

Para os amantes de motos e viagens, o Brasil é uma atração a parte, pois em um único território é possível encontrar diversas paisagens e terrenos, a exemplo de florestas, caatinga, praias de tirar o fôlego, montanhas, dentre outras.

No entanto, quem deseja se aventurar ainda mais conta com diversas opções de paisagens e terrenos nos países vizinhos ao Brasil e na América do Sul como um todo. Se este é o seu caso, não deixe de ler este artigo, pois nele você encontrará dicas de roteiros, motos mais recomendadas para as viagens, documentação necessária e dicas para driblar a corrupção nas estradas sul-americanas.

Melhores roteiros

A escolha do roteiro depende muito do tipo de experiência que você deseja ter em sua viagem de moto pela América do Sul. Como primeira dica de roteiro, citamos as cidades históricas do Peru. Utilizando a Bolívia como rota para chegar ao país, você encontrará Cuzco, Nazca e Machu Picchu, principais cidades do império inca, e curvas desafiadoras e que exigem atenção nas estradas que levam aos destinos.

Para aqueles que preferem praia, sol e calor, a Venezuela é o roteiro mais adequado. Este é um roteiro mais demorado, pois é preciso cruzar a região norte do Brasil, que inclui pegar barcos e ferry boats, mas que vale totalmente a pena. Chegando à Venezuela, basta pegar um barco até a ilha de Margarita e aproveitar a malha rodoviária de lá para chegar às suas praias e aproveitar tudo o que a ilha tem a oferecer em um mar Caribenho.

Por fim, um dos destinos mais visados por motoqueiros na América do Sul e o deserto do Atacama, localizado no Chile. O melhor caminho é sair pela Argentina para chegar ao Chile, e depois que a Cordilheira dos Andes é cruzada, as estradas se tornam íngremes até chegar ao deserto, o que faz deste roteiro um percurso de dificuldade média.

Motos mais indicadas

Para encarar os tipos de trajetos e terrenos descritos acima, é necessária uma moto resistente e que ofereça segurança e conforto ao motorista, além de capacidade de carga. As classes de motos mais indicadas para viagens são: touring, sport touring, cruiser , big trail e standard.
Dentro dessas classes, as marcas e modelos algumas bem utilizadas são a Honda Goldwing, BMW R 1200 GS Adventure, Triumph Tiger 800, TEX 1200,  Kawasaki Versys Tourer, Suzuki Bandit 650S e Yamaha XT 660 Ténéré.

Documentação e cuidado nas estradas

A corrupção de agentes de trânsito, em especial na Argentina, é um dos problemas mais comuns enfrentados pelos motoristas, em especial na Ruta RN16 e na Ruta 14. Neste caso, infelizmente a unica alternativa a fazer é aceitar a extorsão, caso contrário a moto irá presa e causará um grande transtorno ao motorista e seus acompanhantes. Para minimizar as perdas, a dica é não andar com muito dinheiro em espécie na carteira.

Em relação à documentação, e necessário ter a carta verde, uma seguro obrigatório que cobre acidentes de terceiros exigido nos países integrantes do Mercosul e Chile; um documento de identidade legível e cuja data de expedição não ultrapasse 10 anos; carteira internacional de habilitação, que mesmo que não seja cobrado é válido ter (custa em media R$ 250,00); CRLV (certificado de registro e financiamento de veículos); e carteira de vacinação constando vacina contra a febre amarela.